15 05 Notícia QuemSomosMarceloPrazer, Marcelo. Sou pai do João e do Eduardo (gêmeos), esposo da Elis Mignoni, professor e pesquisador e tenho 40 anos. Meu encantamento pela Química começou bem antes de entrar na Universidade. Desde criança, sempre gostei muito de fazer experiências e as descobertas sempre me fascinaram. Julho de 2001, quando passei no vestibular para o curso de Química Industrial na URI-Campus de Erechim. Ponta pé inicial na minha carreira. Durante o curso fui bolsista de iniciação científica em diferentes áreas. Querendo desbravar o mundo da química comecei a me aventurar na química analítica com o Prof. Irajá do Nascimento Filho, depois fui para a química orgânica, com o Prof. Daniel Emmerich e por fim encontrei a química inorgânica, com a Profa. Sibele Pergher. Começando assim a minha vida catalítica. Ao estudar a arte de sintetizar materiais inorgânicos, em especial as zeólitas e suas aplicações, senti que este tema seria do meu Trabalho de Conclusão de Curso ao meu futuro profissional. Chegamos no ano de 2006, com ele veio a formatura e a dúvida: o que fazer agora? Sabendo que a vida acadêmica era o que eu queria, o lugar onde continuar era a grande questão a ser respondida.

A escolha não podia ser a mais acertada. Fui para a UFGRS fazer mestrado no Laboratório de Reatividade e Catálise (LRC) sob orientação do Prof. Roberto Fernando de Souza e da Profa. Kátia Bernardo-Gusmão. Neste período sintetizamos catalisadores para a obtenção de nanocompósitos polímero-argila, até então uma nova fronteira do conhecimento para mim. Era 2008, agora mestre em Ciência dos Materiais. A vontade de continuar a aprender resultou na aprovação para o doutorado, porém queria voltar para a área de síntese de zeólitas.

Estando em um laboratório referência em síntese de líquidos iônicos, propus ao Prof. Roberto e a Profa. Kátia que a minha tese seria utilizar líquidos iônicos como agentes de estrutura para obtenção de diferentes zeólitas. Agora, o desafio de sintetizar zeólitas era para eles. Eles toparam! Sorte a minha! A tese desenvolvida foi pioneira no Brasil sobre este assunto. Ano de 2012, tese defendida. Passei no concurso para professor na URI-Erechim e comecei a realizar pesquisas relacionadas com o tema do doutorado. No ano de 2022, realizei pós-doc voluntário na mesma área, sob orientação da Profa. Kátia Bernardo-Gusmão. Hoje, o LRC também é referência em síntese de zeólitas com líquidos iônicos. 

Atualmente sou professor titular do Programa de Pós-graduação em Engenharia de Alimentos (PPGEAL) da URI-Erechim onde oriento trabalhos de mestrado e doutorado. Sou Pesquisador dos grupos de pesquisa do CNPq (LAQAM - Laboratório de Química Ambiental; GEAPI - Grupo de Engenharia Aplicada a Processos Industriais; Engenharia de Processos nas Indústrias Química e de Alimentos). Atual coordenador do Curso de Engenharia Química da URI - Erechim. Avaliador de Cursos de Graduação do SINAES e integrante do Banco de Avaliadores do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior-BASis. Bolsista de Produtividade Desenvolvimento Tecnológico e Extensão Inovadora do CNPq - Nível 2 desde 2015. Membro do Comitê de Assessoramento da FAPERGS na área de Química, sou Consultor da Secretaria de Inovação Ciência e Tecnologia do Estado do Rio Grande do Sul. Sou Vice-diretor da Regional 4 - SBCat, da Sociedade Brasileira de Catálise para o biênio 2023-2025. Para finalizar resumo um pouco da minha experiência – Química Inorgânica e Físico-Química, com ênfase em Síntese Inorgânica e Catálise, atuando nos seguintes temas: materiais a base de sílica (zeólitas e materiais mesoporosos), líquidos e sólidos iônicos, materiais hierarquicamente estruturados, nanocompósitos poliméricos, síntese de compostos híbridos via processo sol-gel, imobilização e catálise enzimática, síntese de grafenosilicatos e fixação química do CO2. No ano de 2024, fundei a Startup FormerG - Soluções Químicas pelo Futuro aliando a química somada a catálise, comprometida com o desenvolvimento sustentável.

29 04 Notícia NotaDePesarPrezados colegas.
É com extremo pesar que comunico o falecimento do Prof. M. Albert Vannice. Prof. Vannice era professor emérito do departamento de Engenharia Química da Penn State University. Exemplo para seus alunos e colaboradores, Prof. Vannice demonstrou a complexidade e a beleza das superfícies catalíticas, baseando suas investigações em rigorosos estudos cinéticos, ressaltando a importância da avaliação qualitativa e quantitativa dos sítios ativos. Fez contribuições importantes em áreas como química do C1, catálise ambiental e hidrogenação catalítica, e teve especial importância no estudo das interações metal-suporte. Foi o chefe da comitiva de pesquisadores dos EUA que visitou o Brasil no início dos anos 90, e que culminou na colaboração de diversos pesquisadores brasileiros com pesquisadores norte-americanos. Como um dos seus ex-alunos, ressalto a qualidade e cuidado da orientação aos seus ex-alunos, compartilhando seu conhecimento e visão sobre a ciência.

Obituário AQUI.

15 04 24 SBCAT PRH noticiaO PRH50.1 está com inscrições abertas para a seleção de candidatos a bolsas de estudo nos níveis de mestrado, doutorado e pós-doutorado. Para mais informações clique AQUI!

Segue abaixo as datas para inscrição e os valores das bolsas oferecidas. Todas as bolsas incluem uma taxa de bancada. Estão disponíveis 04 bolsas de mestrado, 01 bolsa de doutorado e 01 bolsa de pós-doutorado (com duração de 12 meses).

Mestrado: De 10/05/2024 até 24/05/2024, às 12h. Valor: R$ 2.880,00;

Doutorado: De 10/05/2024 até 24/05/2024, às 12h. Valor: R$ 4.230,00;

Pós-doutorado: De 15/04/2024 até 29/04/2024, às 12h. Valor: R$ 7.880,00

24 04 SBCAT em breve noticiaA SBCat estará atualizando a área "Quem Somos" para continuar contando sua história. Fique por dentro! Logo serão anunciadas as novas publicações.

Conheça mais sobre a SBCat AQUI.

15 04 SBCAT Ultimodia noticiaÚltimo dia para o pagamento da anuidade 2024 com desconto!

Para ser considerado sócio ativo, é necessário estar com as duas últimas anuidades pagas (o ano anterior e o corrente).

Clique AQUI e saiba mais!

Topo