23 08 sbcat noticia peneiramolecularEstão aberta as inscrições do 6º Ciclo de Palestras sobre Peneiras Moleculares, participe!

Confira aqui a programação completa do evento. 

06 08 SBCAT Noticia NotaFalecimentoÉ com imensa tristeza que a SBCat comunica o falecimento do seu presidente, Professor Victor Teixeira, ocorrido dia 03 de agosto de 2018.

A família do Professor Victor e seu grupo (NUCAT) agradecem as manifestações de carinho e pesar e informa que a Missa de Sétimo Dia ocorrerá em 09/08/2018 as 18:00 hs na Igreja Sagrado Coração de Jesus, Rua Montecaseros, 95 - Centro, Petrópolis -RJ.

“A morte não é nada.
Eu somente passei
para o outro lado do Caminho.

Eu sou eu, vocês são vocês.
O que eu era para vocês,
eu continuarei sendo.

Me dêem o nome
que vocês sempre me deram,
falem comigo
como vocês sempre fizeram.

Vocês continuam vivendo
no mundo das criaturas,
eu estou vivendo
no mundo do Criador.

Não utilizem um tom solene
ou triste, continuem a rir
daquilo que nos fazia rir juntos.

Rezem, sorriam, pensem em mim.
Rezem por mim.

Que meu nome seja pronunciado
como sempre foi,
sem ênfase de nenhum tipo.
Sem nenhum traço de sombra
ou tristeza.

A vida significa tudo
o que ela sempre significou,
o fio não foi cortado.
Porque eu estaria fora
de seus pensamentos,
agora que estou apenas fora
de suas vistas?

Eu não estou longe,
apenas estou
do outro lado do Caminho…

Você que aí ficou, siga em frente,
a vida continua, linda e bela
como sempre foi.”

Santo Agostinho

noticiaResultado

Após avaliação das teses e documentos encaminhados pelos candidatos ao Prêmio Tese em Catálise 2017, a comissão de seleção chegou ao resultado final.

O ganhador do prêmio nesta edição foi:

Dr. Luiz Gustavo Possato
Tese: Desidratação oxidava do glicerol a ácido acrílico em uma única etapa empregando catalisadores bifuncionais
UNESP

O vencedor foi selecionado pela ponderação dos critérios estabelecidos no regulamento do concurso - item G) Critérios de Julgamento.

Nesse sentido, foram considerados a relevância do tema, seus objetivos e relação com os resultados; a profundidade na discussão dos resultados; a adequação e diversidade da metodologia empregada; a qualidade da apresentação e redação do texto. Foram ainda considerados aspectos como a colaboração com grupos de outras instituições, repercussão nacional e internacional da tese, publicações em revistas e congressos considerando-se alguns indicadores cientométricos (fator de impacto, Qualis, citações), pedido de patentes e possibilidade de aplicação dos resultados.

Marco Fraga
Gustavo Castro
José Ribeiro Gregório
Luiz Pontes

cientista-premio-2

Após a análise dos curriculara de todos os inscritos ao prêmio Arrhenius, a Comissão Julgadora constituída pelos Professores Alexandre Leiras, Maria Auxiliadora Baldanza e Cristiane Assumpção Henriques selecionou os seguintes sócios colaboradores como ganhadores do Prêmio Arrhenius 2017:

- Mariele Iara Soares de Mello - Regional 1
- Paloma Vinhaches Melguizo - Regional 1
- Natalia Rodrigues Marques Sturt - Regional 2
- Iza Fonte Boa e Silva - Regional 2
- Thiago Micelli Costa Ribeiro - Regional 2
- Glaucio José Gomes - Regional 3
- José Guilherme Lopes Ferreira - Regional 3
- Laura Lorena da Silva - Regional 3

Surpreendentemente não houve nenhuma inscrição de sócios da Regional 4.

A Direção da SBCat congratula todos os selecionados e pede que os mesmos enviem mensagem eletrônica ao endereço Esta dirección de correo electrónico está siendo protegida contra los robots de spam. Necesita tener JavaScript habilitado para poder verlo. informando:

- CPF
- Banco, conta e agência para pagamento do prêmio.

martin-schmalA criação do prêmio “Roberto Fernando de Souza de Excelência em Catálise” foi aprovada por unanimidade na 10a Assembleia Geral da Sociedade Brasileira de Catálise realizada no dia 16 de setembro de 2015, durante o 18o Congresso Brasileiro de Catálise.

Roberto foi um entusiasta da catálise no país, tendo participado ativamente da criação da Sociedade e sido seu Presidente por dois mandatos consecutivos além de ter sido o responsável de diversas edições de CBCat, nas quais exercia com êxito suas capacidades em congregar os membros de nossa Sociedade. Porém, acima de tudo, Roberto foi um dos principais cientistas em catálise no Brasil ao seu tempo, tendo sido pioneiro no uso de líquidos iônicos, assim como contribuído para a formação de um núcleo de catálise no sul do país, sobretudo com foco na catálise homogênea voltada para processos de oligomerização e polimerização e tendo orientado suas ultimas linhas de pesquisa na geração de energias alternativas e na área da química verde.

Roberto se destacou pela liderança e inovação na pesquisa, sabendo encontrar interfaces eficientes com parceiros industriais, tendo publicado inúmeros artigos em revistas de alto impacto, orientado diversos alunos de pós-graduação, muitos dos quais seguem seu legado científico na área, além de ter atuação destacada na área administrativa, como Diretor do Instituto de Química da UFRGS, coordenador de numerosas comissões da UFRGS e presidente da SBCat, entre outras atividades. Um prêmio com o seu nome é uma justa homenagem que a SBCat faz ao cientista brilhante, que prematuramente nos deixou e que tem um grande legado para ser conhecido pelas gerações futuras.

O fundamento do prêmio é o de reconhecer a excelência na pesquisa e formação de recursos humanos em catálise no Brasil, nos últimos 10 anos, por qualquer um dos membros da SBCat. O objetivo é premiar um indivíduo pela excelência de seus trabalhos no entendimento da catálise e no desenvolvimento de novos catalisadores e processos catalíticos, abrangendo a catálise homogênea, catálise heterogênea, biocatálise, eletrocatálise, fotocatálise, preparação, caracterização ou avaliação de catalisadores, modelagem de catalisadores, de reatores ou de processos catalíticos, entre outros aspectos. Também deverá ser considerada a excelência na formação de recursos humanos, atestada pela orientação de teses de doutorado e dissertações de mestrado.

A Diretoria da SBCat (Biênio 2015-2017) nomeou uma comissão composta pelos Professores Claudio José de Araújo Mota (UFRJ), Michèle Oberson de Souza (UFRGS) e Roger Fréty para selecionar os potenciais candidato ao prêmio e fazer a sua indicação. Após um período de análise e discussão, a Comissão indicou o nome do Professor Martin Schmal que receberá o prêmio durante o 19o CBCat, quando também proferirá uma palestra plenária.

Assim, é com imenso prazer e satisfação que a Diretoria da SBCat (Biênio 2015-2017) parabeniza o Professor Martin Schmal por mais essa conquista.

A integra do relatório da Comissão de Seleção do Prêmio Roberto Fernando de Souza de Excelência em Catálise é apresentado a seguir.

Relatório de indicação ao Prêmio Roberto Fernando de Souza de Excelência em Catálise

Comissão de Seleção: Claudio J. A. Mota (UFRJ), Michèle Oberson de Souza (UFRGS), Roger Frety

A Comissão de Seleção discutiu por e-mail alguns critérios e nomes de potenciais candidatos, dada a distância física entre os membros. Ficou decidido que o prêmio deveria contemplar um pesquisador que, além da excelência em pesquisa e formação de recursos humanos na área de catálise, tivesse uma atuação destacada em prol da Sociedade Brasileira de Catálise (SBCat). Após análise de alguns nomes potenciais a Comissão de Seleção resolveu indicar para vencedor da 1a edição do Prêmio Roberto Fernando de Souza de Excelência em Catálise o Prof. Emérito da UFRJ Martin Schmal. A escolha se deu em função de toda uma carreira dedicada à pesquisa em catálise, formação de recursos humanos de alta qualificação e pelos serviços em prol da criação e crescimento da SBCat. A seguir, será feita uma justificativa detalhada da atuação do Prof. Schmal, que levou a Comissão a decidir pela sua indicação para vencedor da 1a edição do Prêmio Roberto Fernando de Souza de Excelência em Catálise.

O Prof. Schmal obteve seu doutorado em Engenharia Química pela Universidade Técnica de Berlim em 1970. Começou a lecionar na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) em 1970, sendo promovido a Professor Titular em 1985. Atualmente, é Professor Emérito desta mesma Universidade e atua como Consultor do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) em São Paulo. É Pesquisador Emérito do CNPq, membro titular da Academia Brasileira de Ciências (ABC) e da Academia Nacional de Engenharia. Foi fundador e primeiro presidente da Sociedade Brasileira de Catálise (SBCat). O Prof. Schmal tem 217 artigos publicados em revistas indexadas, possuindo 3870 citações e índice h 32 pelo web of science. Ele é, ainda, autor e co-autor de quatro livros: Cinética Homogênea e Reatores (1982); Cinética e Reatores (2010), Catálise Heterogênea (2011) e Chemical Reaction Engeneering, Essentials, Exercises and Examples (2014). É co-autor de um pedido de patente e possui inúmeros trabalhos apresentados em congressos nacionais e internacionais, bem como palestras e seminários em eventos científicos. No que tange a formação de recursos humanos de alta qualificação o Prof. Schmal tem um desempenho excepcional. Até hoje, orientou e co-orientou 37 dissertações de mestrado e 55 teses de doutorado. Cinco dissertações e cinco teses estão em andamento. Dentre os alunos egressos do seu grupo há vários que atuam com destaque na área de catálise, podendo-se citar: Eduardo Falabella Souza-Aguiar (EQ/UFRJ), Elizabeth Jordão (Unicamp), Fábio Bellot Noronha (INT), Victor Teixeira (COPPE/UFRJ e atual presidente da SBCat), Fábio Passos (UFF), Lucia Appel (INT), Donato Aranda (EQ/UFRJ), Mariana Mattos Souza (EQ/UFRJ), José Geraldo Pacheco (UFPE), Nadia Regina Fernandes (UEM), Marcelo Maciel (IQ/UFRJ), Fabiana Mendes (INT), Carlos Renê Klotz (Petrobras), Robson Monteiro (CBMM, consultor), Andrea Pinho (Petrobras), Ricardo Reis Soares (UFU), Rodolfo Roncollato (Petrobras), entre outros. O Prof. Schmalrecebeu inúmeros prêmios em reconhecimento ao seu trabalho acadêmico, destacando-se o Humbolt Research Award (2003), Prêmio Ciência e Tecnologia do México (2003), Prêmio Scopus/Elsevier/Capes (2009 e 2011), Prêmio Pesquisador Sênior pela FISOCAT e a Medalha Max Planck da Alemanha em 2014. É membro do corpo editorial da Applied Catalysis, Catalysis Today e dos Anais da Academia de Ciências. A Comissão gostaria de destacar, ainda, que além de contribuir para o desenvolvimento da catalise no Brasil e ter números expressivos de publicações e orientações de alunos, o Prof. Schmal foi um pioneiro na internacionalização da catálise brasileira. Sua participação na organização do 6° Simpósio Iberoamericano de Catálise-Rio de Janeiro 1976 -, do 3rdInternational Symposium on Group V Elements - Rio 1999 - e do 8th Natural Gas Conversion Symposium -Natal 2007- publicado em Studies in Surface Science and Catalysis N° 167 são exemplos que permitiram mostrar no exterior, o potencial do Brasil para organizar grandes eventos na área, que contaram com a participação de inúmeros cientistas de renome mundial. Isso abriu as portas para que eventos internacionais de grande porte, como a International Zeolite Conference, pudessem ser realizados no Brasil nesta década. Ele foi, também, ponto de partida para cooperações internacionais, mantendo contatos com grupos de pesquisa da França, Estados Unidos e Alemanha, incentivando seus alunos e colegas para aproveitar estas oportunidades, efetuando estágios e tendo formações complementares no exterior. Isso, sem dúvida, enriqueceu significativamente a catálise no país, abrindo novas portas de colaboração e formando especialistas em técnicas e assuntos de importância para a área, que continuam atuando ativamente no Brasil. Ainda dentro da contribuição do Prof. Schmal para a internacionalização da catálise do Brasil, pode-se citar os inúmeros convites a especialistas estrangeiros para visitas e estadias em seu Laboratório e de outros grupos brasileiros. Esta dimensão internacional aparece claramente nas publicações do Prof. Martin Schmal, onde 25 % delas levam co-assinaturas estrangeiras. Por todas as contribuições listadas, quantitativas e qualitativas, o Prof. Martin Schmal mereceu a indicação unânime da Comissão de Seleção para vencedor da 1o edição do Prêmio Roberto Fernando de Souza de Excelência em Catálise, a ser oferecido pela SBCat por ocasião do 19o Congresso Brasileiro de Catálise, que será realizado em setembro de 2017 em Ouro Preto, Minas Gerais.

Rio de Janeiro, 22 de Setembro de 2016.

Claudio J. A. Mota (UFRJ)

Topo